Dieta Mediterrânea

Dieta Mediterrânea

“A dieta mais saudável e sustentável do mundo”

A dieta mediterrânea não é simplesmente uma dieta, ela encontra sua plenitude de conceito em um estilo de vida. A própria palavra Dieta que deriva da palavra grega Díaita, que significa Estilo de Vida. Sua trilogia ancestral era composta de pão, azeite e vinho. São muitas culturas (Fenício, Grego, Latino e Árabe) e religiões (Judaísmo, Cristianismo e Islamismo) que compõe este maravilhoso legado cultural.

Não envolve apenas uma sólida e secular base alimentar dos países que são banhados pelo imenso mar mediterrâneo, ela contempla o alimento local e a sua relação de respeito com o ser humano, valoriza o método de preparação culinária simples, leva em consideração a sazonalidade dos alimentos, tem a refeição como um momento especial de contemplação do homem com a natureza e do homem com o homem. Transforma a refeição em um momento de prazer, compartilhado com familiares, velhos amigos ou novos amigos; significa também integrar e evoluir.

Suas características fundamentais são baseadas em um alto consumo de vegetais frescos e frutas de origem local e sazonal, sua gordura base é o azeite de oliva, sua proteína animal preferencial são os pescados locais, a bebida principal é a água, moderado consumo de cereais integrais, para temperar menos sal e mais especiarias e ervas aromáticas. Fazem parte também das bases da dieta mediterrânea o consumo regular de oleaginosas (frutos secos), laticínios e um moderado consumo de vinho durante as refeições principais.

São utilizados também em menor proporção outras proteínas animais tais como carnes brancas e ovos, leguminosas e batatas. O consumo de carne vermelha e de doces se restringe a 2 porções por semana. Alimentos processados não fazem parte da dieta mediterrânea e o seu consumo deve se restringir a 1 porção por semana.

Os benefícios da dieta mediterrânea para saúde humana já são conhecidos de maneira científica desde a década de 50, a partir dos trabalhos do médico americano Ancel Keys. A dieta do mediterrâneo age em simplesmente todos os elementos da síndrome metabólica. Melhora o controle glicêmico, reduz a pressão arterial, melhora o perfil lipídico e associado a redução da ingesta calórica, reduz o peso e a circunferência abdominal de forma sustentada. Os benefícios desta verdadeira modificação do estilo de vida se refletem também na longevidade e principalmente da qualidade desta longevidade.

Como aplicar em um país como o Brasil estes conceitos? Exatamente da mesma forma que se aplica nos países mediterrâneos, porém adaptado a nossa oferta de alimentos, respeitando o produtor local e a sazonalidade. Procure um médico Nutrólogo para saber mais sobre como esta dieta pode mudar a sua vida e de seus familiares.

Fale Conosco
1
Precisando de Ajuda?
Olá seja bem-vindo(a) ao site
Clínica Dietrich de Medicina e Nutrologia 😊👋

Entre em contato pela WhatsApp no botão abaixo para saber mais sobre a clínica ou agendar sua consulta!